O jovem que se afogou na raia da USP: NBOMe e a normalização do uso de drogas

nbomeSaiu hoje a notícia de que o jovem que se afogou na raia da USP após uma festa no campus havia usado a 25I-NBOMe, uma nova droga sintética. Alguns fatos:

  • O 25I-NBOMe (“C-Boom”, “Cimbi-82”, “Pandora”, “Dime”) é uma droga alucinógena, como o LSD, que surgiu em 2011 na Polônia. Seu efeito tem duração de 6 a 10 horas e está relacionado à ligação da droga a um receptor específico de serotonina. Esta ligação é 100 vezes mais potente do que aquela de algumas medicações antidepressivas. (1)
  • Diversos casos de toxicidade pela droga foram relatados nos Estados Unidos, onde usuários apresentaram taquicardia, hipertensão, agitação, agressividade, alucinações auditivas e visuais, convulsões, febre e alterações laboratoriais importantes. Muitos morrem em decorrência de alterações comportamentais geradas pela droga.
  • Em estudo realizado na Universidade de São Paulo entre 1996 e 2001, observou-se um aumento na aprovação do uso experimental de diversas drogas. Esta aprovação parece seguir uma tendência mundial ainda hoje crescente de cada vez mais jovens nesta idade procurarem novas drogas para experimentarem. (2)
  • Este mesmo estudo apontou que na Universidade 92% dos estudantes usavam álcool e que 45% já tinham feito uso de drogas ilícitas, representando um aumento de 14% nesta taxa nos 5 anos da pesquisa.
  • Ao longo dos últimos 20 anos surgiu um intenso debate sociológico sobre o conceito de “normalização” do uso de drogas recreativas entre adolescentes e adultos jovens: para muitos jovens usar droga se tornou a norma. (3)

A avidez por novidade que a cultura estimula é um dos fatores que contribui para esta busca crescente entre jovens por novas drogas; a procura por novas sensações, por mundos sensoriais paralelos, mundos alternativos à realidade. Esta demanda por novidade é acompanhada pela cada vez mais frequente sintetização de drogas novas, mais fortes e mais perigosas, assim como pela potencialização das antigas drogas. Tudo para trazer experiências únicas das quais muitos não se libertam ou mesmo não voltam.

 


 

(1) Zuba D, Sekuła K, Buczek 25C-NBOMe – New potent hallucinogenic substance identified on the drug market. Forensic Science International Volume 227, Issues 1–3, 10 April 2013, Pages 7–14

(2) Stempliuk VA, Barroso LP, Andrade AG, Nicastri S, Malbergier A. Estudo comparativo entre 1996 e 2001 do uso de drogas por alunos da graduação da Universidade de São Paulo – Campus São Paulo. Rev. Bras. Psiquiatr. vol.27 no.3 São Paulo Sept. 2005.

(3) Measham F, Shiner M. The legacy of “normalization”: The role of classical and contemporary criminological theory in understanding young people’s drug use. Int J Drug Policy 20 (2009): 502-508.

Be Sociable, Share!

Comments

comments